Universidades corporativas oferecem aprendizagem de alto nível aos colaboradores, ao mesmo tempo que favorecem os resultados da organização

Nas últimas décadas, empresas têm procurado promover um ambiente de crescimento, aprendizagem e compartilhamento de conhecimento, o que levou ao conceito de universidade corporativa.

Diferente do que muitos pensam, não se trata da maximização da área de treinamento – a qual visa preencher lacunas de habilidades e competências de funcionários, sempre tendo em vista as necessidades imediatas da empresa. Na verdade, universidade corporativa é uma abordagem bem mais estratégica, já que conecta e unifica os muitos fatores que impactam o desempenho individual.

O grande ponto é: o que torna uma universidade corporativa um sucesso? Como geri-la de modo que atinja os objetivos desejados? Saiba a resposta para estas e mais perguntas abaixo.

O que é universidade corporativa?

Universidade corporativa é uma instituição que visa o desenvolvimento das habilidades dos funcionários de determinada organização, o que contribui diretamente com o sucesso nos negócios. A estratégia é adotada por grandes organizações, como Ambev, Chevrolet, Banco do Brasil e Petrobrás.

Enquanto o departamento de treinamento e desenvolvimento tende a instruir os colaboradores sobre habilidades específicas de suas funções, a universidade corporativa é o guarda-chuva estratégico que centraliza ações para desenvolvimento de funcionários e outras partes interessadas, como clientes, fornecedores e revendedores.

Ainda assim, o conhecimento adquirido deve ser aplicado de forma eficaz para atender às metas organizacionais.

Benefícios da educação corporativa

Alinhamento estratégico

Universidades corporativas voltadas para a missão da empresa são as que mais agregam valor ao negócio, já que vão ao encontro dos objetivos da organização ao oferecer cursos que os tornem ainda mais tangíveis. Por meio dela, também é possível garantir consistência entre todas as filiais da empresa.

Marca empregadora

É fácil ver porque a universidade corporativa valoriza o employer branding. Imagine estar cogitando mudar de emprego e se deparar com uma organização que oferece um ambiente de desenvolvimento de habilidades não apenas requeridas no negócio, mas no mercado de trabalho como um todo, de maneira gratuita ou com um preço acessível. Certamente esse seria um motivo e tanto para se candidatar às vagas abertas.

Experiência do funcionário

Funcionários que são valorizados e tem seu desenvolvimento estimulado tendem a ter mais orgulho da organização que trabalham e são menos propensos a sair dela, o que reduz também a taxa de turnover.

Desenvolvimento de liderança

Promover líderes internos é um problema que quase todas as organizações em crescimento enfrentam. A estratégia de ter uma universidade corporativa dá aos alunos a chance de progredir para posições de liderança, ao mesmo tempo que prova que uma organização leva a sério a preparação e a promoção de dentro.

Reforço à cultura organizacional

Por mais que uma organização seja um ótimo lugar para trabalhar, nem sempre o onboarding e outras iniciativas de treinamento são de qualidade. As universidades corporativas ajudam a solidificar cultura corporativa em todas as interações, atuando como uma grande vantagem para funcionários e líderes em potencial.

Mais inovação e desenvolvimento

Qual organização seria vista como mais propícia ao desenvolvimento e à inovação: uma que força todos os funcionários a concluírem o mesmo aprendizado ou uma que permite uma abordagem individualizada? As universidades corporativas são um terreno fértil para novos pensamentos e ideias, porque são estruturadas de forma a permitir discussões construtivas e estimular a colaboração.

Como criar e gerir uma universidade corporativa

Veja as dicas da HR Technologist para formar uma universidade corporativa de sucesso:

Forme o corpo diretivo

A universidade corporativa requer uma forte equipe administrativa, que pode ser formada por um grupo de executivos seniores e provedores de aprendizado (o departamento de RH ou uma organização que se dedica ao aprendizado de linguas estrangeiras, por exemplo). Isso é fundamental para garantir que o modelo seja realmente benéfico aos colaboradores e não somente às necessidades da empresa.

Defina objetivos

É importante que o RH atue juntamente com a área de Marketing a fim de criar uma identidade de marca para a universidade corporativa, a qual deve transmitir adequadamente sua visão e objetivo. Para chegar ao “branding” ideal, considere perguntar a si mesmo:

  • Qual a visão de futuro da empresa?
  • O que torna um funcionário mais valioso e desejado?
  • A universidade trará qual mudança tangível?

 

Forme o corpo docente

Convide professores e atribua funções e responsabilidades a eles. Em grupo, também defina quais serão os cursos da universidade, quais departamentos da empresa serão apoiados por ela e quais os desejos dos alunos.

A partir disso, criem um plano de negócios que compreenda cronograma, ferramentas e espaços.

Escolha sua tecnologia

Utilizar soluções e aplicativos que simplificam a educação é a chave para o sucesso de uma universidade na empresa.

No mercado, já existem os chamados Sistema de Gerenciamento de Aprendizagem, que disponibilizam recursos valiosos para a gestão de cursos presenciais e on-line. Ainda é possível montar seu próprio sistema, o que pode levar mais tempo, mas permite maior grau de personalização.

Avalie o progresso de forma consistente

O Sistema de Gerenciamento de Aprendizagem deve ser capaz de monitorar o progresso do aluno ao longo do tempo e armazenar os dados para posterior interpretação. O feedback dos instrutores também deve fica registrado e ser disponibilizado para gerentes, a fim de agilizar as avaliações de desempenho e possíveis planos de sucessão.

Não desista

A criação e o posicionamento da universidade corporativa são desafiadores, principalmente em seu primeiro ano: funcionários podem questionar seu impacto, professores podem não ter certeza de sua metodologia e o corpo diretivo tende a ficar muito estressado. Felizmente, tudo isso é passageiro.

Para vencer os desafios, é fundamental manter os pés no chão e a visão em longo prazo. Com o tempo, a universidade corporativa se estabelecerá como um ponto de encontro para novas ideias que possivelmente moldarão o futuro da empresa.

Exemplos de universidade corporativa

Agora que você já sabe quais são as vantagens e como criar uma universidade corporativa, confira cases de sucesso de organizações que disponibilizam aprendizagem de alto nível para treinar funcionários e desenvolver lideranças internamente.

Googleplex

O Googleplex é a universidade corporativa do Google. Ela conseguiu tanto sucesso que chega a ser comparada com uma instituição de ensino tradicional. O campus oferece aos alunos a chance de explorar interações espontâneas com outros funcionários e também usar até 20% da semana de trabalho em projetos universitários.

Universidade do Hamburguer

O fast food não é exatamente conhecido por sua retenção de talentos, mas é aí que a Universidade do Hamburguer do McDonalds entra em ação. A instituição, que seleciona criteriosamente seus alunos, visa promover líderes e cultivar talentos, principalmente os mais promissores.

Universidade Pixar

A Pixar oferecer aos funcionários a chance de crescer profissionalmente por meio de cursos em diversos campos, desde artes plásticas até treinamento de hard e soft skills. Tudo isso tem como foco aumentar o senso de pertencimento e a retenção de colaboradores.

Universidade Apple

A Apple não apenas ensina como fazer as coisas de maneira inovadora, mas como pensar de forma diferente. Em troca, os funcionários se sentem mais preparados para assumir funções de liderança, falar e assumir riscos de maneira visionária – o que tem tudo a ver com a cultura da companhia.

Essa é uma pequena amostra de como algumas empresas estão usando a universidade corporativa para apoiar seu crescimento. Todavia, sua organização não precisa ter um campus arquitetonicamente inovador como o do Google, ou a imaginação da Pixar para estimular a educação dos colaboradores.

Ambev On

A Ambev cultiva uma plataforma inspirada no modelo Netflix para oferecer treinamento para seus colaboradores. Além da capacitação por vídeo, ainda são oferecidos conteúdos em texto, áudio, live e mídias como Tik Tok e Instagram. A variedade visa estimular os profissionais a adotarem formas de ensino que mais lhe agradam.

Quer saber mais sobre gestão e atração de talentos? Então entenda a importância do marketing de recrutamento (inbound recruiting).