Institucional Candidatos Empresas

Na nova economia, consumidores consideram a forma como as organizações tratam seus empregados para adquirir seus serviços e produtos

Empresas com propósito – ou as chamadas empresas purpose-driven – ganham mais market share e crescem, em média, três vezes mais rápido que seus concorrentes. Como se não bastasse, elas ainda alcançam maior satisfação tanto do cliente quanto do funcionário. Quem afirma é a Deloitte, em seu levantamento 2020 Global Marketing Trends.

Em outra pesquisa recente realizada com consumidores dos Estados Unidos, Reino Unido, China e Brasil, a Deloitte 2019 Consumer Pulsing Survey, a consultoria perguntou aos entrevistados com o que eles mais se importavam ao tomar decisões sobre marcas. O resultado? A maior parte deles, 28%, disseram se importar com a forma como as marcas tratam seus próprios empregados. Em seguida, 20% responderam que se importam com o modo com elas tratam o meio ambiente e 18% com o apoio que elas dão às comunidades em que atuam.

Além disso, a pesquisa relevou que mais de 80% dos consumidores estariam dispostos a pagar mais por um produto ou serviço se a marca aumentasse o preço em troca de ser mais ambiental e socialmente responsável ou de pagar salários mais altos a seus funcionários. Entre eles, 15% disseram que estariam dispostos a pagar mais de 25% de aumento para isso.

Empresas com propósito têm mais produtividade e crescimento nos negócios

Segundo a Deloitte, empresas orientadas a propósitos alcançam maior produtividade dos funcionários e ainda obtêm maiores taxas de crescimento nos negócios. E não é só isso. O estudo indica que essas empresas têm níveis 30% mais altos de inovação e médias 40% mais altas de retenção da força de trabalho que seus concorrentes que ainda não têm essa orientação.

A consultoria ressalta ainda jovens do mundo todo estão crescendo com um senso de propósito mais profundo do que as gerações anteriores e estão procurando produtos que apoiem diretamente as causas com que se importam. Além disso, as gerações mais jovens também querem trabalhar em empresas com um propósito autêntico.

Como ser uma empresa orientada ao propósito

Confira algumas recomendações da Deloitte para fazer da sua empresa uma corporação purpose-driven.

Seja autêntico

Reserve um tempo para que seus empregados compreendam a função do propósito no seu dia-a-dia. Empresas verdadeiramente orientadas pelo propósito têm o propósito incorporado a todas as suas ações, de forma prática, para gerar impacto real na vida das pessoas.

Crie um call to action

Utilize o propósito para unir forças em torno de um objetivo comum.

Mostre o impacto real

Use dados e informações para demonstrar que a empresa está realmente atingindo as metas. A ideia é ir além do relatório de entradas e saídas para mostrar resultados e contar histórias sobre o que pode ser alcançado por meio do propósito.

Lidere com empatia

Entenda o que move seus empregados e clientes, saiba por que eles apoiam sua marca e de que forma o propósito da empresa têm impacto nas suas vidas. Coloque-se no lugar de cada um e demonstre que seu propósito é autêntico.

Inclua o propósito no job description

Especificamente para o RH, a recomendação é de incorporar o propósito da empresa nas descrições de cargo e anúncios de vagas. Também vale a pena estipular formas purpose-driven para o gerenciamento e a avaliação das pessoas. No final das contas, isso ajuda a garantir sua autenticidade.