Institucional Candidatos Empresas

Os RHs têm cada vez mais consciência da importância de tomar decisões baseadas em dados

People analytics é a metodologia de coleta, organização e análise de dados sobre o comportamento dos funcionários que pode gerar insights para a tomada de decisão e o aumento da produtividade, com objetivo de melhorar os resultados da empresa como um todo.

A análise dados de pessoas – ou people data, no termo original – pode ser utilizada em diversas situações, mas é mais comum que seja utilizada para apoiar decisões sobre contratações e demissões, treinamento, remuneração e planos de carreira e sucessão. Isso porque a metodologia fornece dados e estatísticas imparciais, que podem eliminar ou reduzir boa parte da subjetividade das escolhas.

Vários estudos indicam que o ano de 2019 deve ser ainda mais importante para people analytics, inclusive no Brasil. No ano passado, por exemplo, pesquisa realizada pela VAGAS apontou que embora apenas 18% dos RHs do Brasil já estejam construindo um time para atuar em people analytics, a iniciativa está nos planos de 54% deles.

Globalmente, a tendência é ainda mais clara. Segundo o último relatório Global Human Capital Trends da Deloitte, 84% dos entrevistados consideram o assunto como importante ou muito importante, deixando-a em segundo lugar na lista de tendências a serem observadas.

Veja como é possível implementar essa metodologia na sua empresa.

Como aplicar people analytics em sua empresa

1 – Procure tecnologias

Procure tecnologia e ferramentas que possam coletar dados e consolidá-los de forma organizada.

2 – Busque dados em diversas fontes

O segredo para a eficiência de people analytics é cruzar diversas informações que podem ser coletadas de sistemas como folha de pagamento, benefícios, gerenciamento de força de trabalho ou gerenciamento de talentos. Valem até feedbacks e comentários de funcionários em redes sociais, por exemplo. Com análise e cruzamento desses dados, é possível identificar talentos “não óbvios” e até perfis mais adequados para determinados locais e funções, por exemplo.

3 – Deixe os dados disponíveis

Para tomar decisões com base em dados, é preciso que os gestores tenham essas informações à disposição, organizadas de forma compreensível. Manter painéis personalizados com os KPIs de RH mais relevantes atualizados em tempo real pode ser uma estratégia eficiente.

4 – Tenha profissionais qualificados

Para aproveitar todo o potencial de people analytics, você precisa de uma equipe interna ou um parceiro que entenda de análise de dados e ferramentas.

5 – Invista em segurança de dados

É importante adotar mecanismos robustos de segurança, conformidade e privacidade de dados. Estratégias como “anonimização” e criptografia podem ser importantes para a coleta, armazenamento e análise de dados. A contratação de um fornecedor ou consultor interno especialista no assunto também pode ser recomendada.

6 – Prepare-se para análises preditivas

A evolução de people analytics é antecipar tendências. Com inteligência artificial e machine learning, por exemplo, a análise de dados de pessoas pode indicar o grupo de funcionários que tende a deixar a empresa em menos tempo, quais perfis devem alcançam melhores desempenhos etc.

Deixe seu comentário

Sign in to post your comment or sign-up if you don't have any account.