A rotatividade de funcionários pode ser reduzida com melhorias simples na gestão de pessoas

Reter talentos é, sem dúvida, um dos maiores desafios enfrentados pelos departamentos de recursos humanos. A rotatividade de pessoal é sempre uma dor de cabeça, tendo em vista que a contratação de talentos é dispendiosa, demorada e estressante.

Estudos realizados nos Estados Unidos demonstram que os gastos do turnover podem atingir seis a nove meses de salário do colaborador. E esse é só o começo: ainda é preciso pensar nos custos de entrevistas e recrutamento, treinamento, admissão de trabalhadores temporários e redução de produtividade, enquanto o recém-contratado não assimila completamente a nova função, o que leva por volta de seis meses.

Pensando nisso, selecionamos dicas para reduzir a alta rotatividade de pessoal e estimular a permanência dos colaboradores. Confira:

Contrate certo para evitar rotatividade de pessoal

A maneira mais eficaz de assegurar os melhores talentos na organização é ter a certeza de que os profissionais mais adequados estão sendo contratados. Portanto, o recrutador deve definir  funções com clareza para a empresa e para os candidatos. As pessoas devem ser selecionadas com base no comportamento e nas competências para a vaga.

Exclua as pessoas que não se encaixam

Há profissionais que, independentemente do esforço realizado, não se enquadram na equipe ou na identidade organizacional. E não importa se eles são eficientes: se não se adaptam à cultura da empresa, trarão mais danos do que benefícios e poderão até mesmo se tornar funcionários tóxicos, envenenando outros colegas com suas impressões pessoais.

Dê atenção ao salário e aos benefícios

A empresa tem de ter certeza que está pagando adequadamente e oferecendo benefícios competitivos aos funcionários. Isso pode parecer básico, mas ainda são poucas as companhias que valorizam o trabalho de seus profissionais.

Estimule a generosidade e a gratidão

Encoraje o comportamento em prol do social. Quando há a oportunidade de se conectar com o outro por meio de atos de generosidade e gratidão, os profissionais se sentem mais felizes e saudáveis e menos propensos a saírem do trabalho.

Ao incentivá-los na busca por um bom comportamento no ambiente de trabalho, você promove um senso de pertencimento.

Pratique o reconhecimento

Mostre aos colaboradores que eles são valorizados reconhecendo a tempo seus sucessos e esforços. Empresas que dão prêmios sociais e tangíveis também são recompensadas com a lealdade e, assim, têm menos rotatividade de pessoal.

Quando eles fazem um trabalho certo, mostre agradecimento e quando eles finalizarem um projeto longo e difícil antes do prazo, parabenize. Mostre a eles que você enxerga o trabalho duro. O objetivo é criar um ambiente de trabalho positivo. Quando os funcionários se sentem respeitados, desejados e motivados, eles tendem a querer ficar na companhia. O melhor desse método é que ele é grátis, mas é preciso usar apenas as palavras.

Ofereça flexibilidade

Em um mundo onde os profissionais prezam cada vez mais por equilíbrio entre vida e trabalho, a flexibilidade impacta diretamente na rotatividade de pessoal.

Isso significa que se a companhia não oferece flexibilidade de horário ou local a seus funcionários, eles podem facilmente procurar por uma organização que ofereça. Lembre-se, esses benefícios são grandes armas na guerra pelo capital humano.

Priorize a felicidade dos funcionários

Pode parecer bobo e ingênuo para muitos executivos, mas os números comprovam que a felicidade traz mais lucros. Investir na alegria deles se reverterá em mais produtividade e baixa rotatividade de pessoal. Para alcançar essa felicidade invista no senso do propósito no ambiente de trabalho.

Ofereça oportunidades de ascensão

Os talentos valorizam enormemente as oportunidades de crescimento, o que diminui a rotatividade de pessoal. Estudos indicam relação direta entre falta de oportunidades de ascensão e alta intenção de sair da empresa. Se a companhia não está desenvolvendo seus profissionais, ela não está investindo neles. E se isso não ocorre, por que eles deveriam continuar? Pense nisso.

Ofereça plano de carreira e dê aos funcionários senso de direção e propósito. Eles podem ganhar uma nova posição ou mesmo assumirem mais projetos, mas o importante é que saibam que podem avançar. A empresa pode ajudar nisso oferecendo sessões de coaching de carreira e treinamentos.

Esclareça suas avaliações de performance

Pesquisas realizadas nos Estados Unidos apontaram que menos da metade dos colaboradores acha as avaliações de desempenho assertivas ou motivadoras. Utilize, então, esses estudos como oportunidade de aumentar a confiança e fortalecer o relacionamento da empresa com suas equipes. Melhore as avaliações e veja a satisfação dos seus funcionários crescer.

Estimule o senso de pertencimento

Uma das chaves de sucesso ao combater a rotatividade de funcionários é proporcionar um senso de propósito e significado ao trabalho. Dê aos funcionários uma visão forte da empresa e objetivos para ampliar seu senso de pertencimento e lealdade a organização. Celebre os sucessos da companhia com eventos sociais e incentive os colaboradores a terem amigos na companhia. Isso ajudará no comprometimento deles.

Cultive o respeito

Para criar uma cultura magnética, garanta um ambiente de respeito e isso trará menos rotatividade de pessoal.

Ouça profundamente sua equipe e ofereça constantes feedbacks de desempenho. As pessoas querem saber que o trabalho delas importa e faz a diferença.

Envolva os colaboradores nas decisões que afetam suas funções e até mesmo a direção sempre que possível. Discuta missão, valores e objetivos para que se sintam incluídos e valorizados.

Confira também os desafios de atração de talentos na era da inteligência artificial.