Infográfico mostra como funcionários e consumidores valorizam organizações que buscam um propósito maior

As novas gerações que estão no mercado de trabalho não são mais movidas por um bom salário e pacotes generosos de benefícios, elas querem, de fato, que seu trabalho esteja conectado com um propósito maior e que gere benefícios para a sociedade. E dessa forma, há a necessidade de reinventar organizações.

Frederic Laloux, em seu livro “Reinventando as Organizações”, traça um perfil comum de uma série de organizações para os próximos anos — desde startups, empresas tradicionais até escolas.

Para ele, elas serão descentralizadas e adaptativas, exibindo uma abordagem de “sentir e responder” aos problemas, em vez do modo “prever e controlar” comum a muitas burocracias ou hierarquias modernas.

Laloux explica que são lugares onde as pessoas trazem sua essência às organizações, e as empresas encorajam seus colaboradores a aflorarem na prática esta autenticidade. Eles operam com confiança e não com medo. E, a julgar pelo levantamento produzido pela EY, parte dessa futurologia de Laloux é o desejo da maioria dos trabalhadores e consumidores.

Como reinventar organizações por um propósito

No infográfico, é possível ver que funcionários e consumidores valorizam cada vez mais as empresas com propósito claro:

 

Quer saber mais sobre reinvenção de organizações? Então veja dicas sobre gestão de equipes virtuais.