Institucional Candidatos Empresas

Acompanhe o desafio de encontrar pessoas que tenham fit cultural com empresa.

Você quer entender por que uma plataforma de recrutamento e seleção é indispensável para equipes de R&S que precisam ser ágeis e eficientes? Vamos lá.

Quem trabalha em R&S é cobrado para mostrar cada vez mais acerto na contratação de pessoas. Os requisitos são cada vez mais numerosos e os prazos mais curtos. A tolerância a erro também só vem encolhendo. É uma pressão imensa – mas não é difícil entender por que chegamos a essa situação.

Quais são os problemas no recrutamento e seleção de pessoas?

Estima-se que contratar um profissional errado para um cargo executivo possa custar o equivalente a três vezes o seu salário. E essa estimativa considera apenas o prejuízo financeiro. Além dele, existem outros menos tangíveis que são tão ou mais importantes.

A perda de produtividade é um exemplo. Um profissional leva pelo menos três meses para se adaptar a uma nova função. Nesse período, ele demanda atenção de colegas, chefes e da própria equipe para esclarecer dúvidas. Ou seja, a produtividade do recém-contratado e de tantos outros que estão por perto fica prejudicada. Sem contar que, até que seja comprovado que o profissional é de fato inadequado para a vaga, possivelmente ele já tenha causado danos ao ambiente de trabalho, que também prejudicam o rendimento e não se resolvem tão facilmente. Entende por que a conta vai bem além do equivalente a três salários? E todos sabemos que, na era da ultra competitividade, as empresas não têm recurso financeiro ou tempo a perder.

Por outro lado, atrair os talentos certos pode trazer os mais diversos benefícios, tantos aqueles mais simples de calcular, como aumento de vendas, quanto os mais difíceis, como o crescimento da produtividade e da motivação da equipe. Mas aqui há também um outro enorme desafio: encontrar a pessoa certa não significa apenas cumprir os requisitos relacionados a experiência, competências e formação exigidas para o trabalho. Fica cada vez mais claro para empresas do mundo todo que a pessoa certa também deve estar alinhada à cultura corporativa para ter senso de pertencimento, produzir mais e melhor e, claro, permanecer na empresa por mais tempo.

Por tudo isso é que começamos este texto dizendo que, neste mundo digital cada vez mais veloz em que vivemos, uma ferramenta de recrutamento e seleção é indispensável para quem precisa de eficiência e agilidade na contratação de pessoas, além de reduzir significante o SLA e os custos de contratação.

O que uma plataforma de recrutamento e seleção deve oferecer

No entanto, para que essa solução seja de fato uma grande aliada da equipe de recrutamento e seleção, ela precisa reunir algumas funcionalidades fundamentais. Confira o que uma ferramenta de R&S deve ter para ser eficiente:

Banco de currículos

Para começar, é interessante que a ferramenta conte com um banco de dados próprio com milhões de profissionais cadastrados, com diversos perfis e de diversas regiões, que você possa usar como ponto de partida. De nada adianta ter uma ferramenta super robusta se nela você não tiver a possibilidade de encontrar os talentos que necessita, certo?

Definição de etapas

Também é interessante ter uma interface amigável com telas simples para a equipe definir as etapas que fazem sentido para cada processo seletivo. Os candidatos selecionados em cada fase devem automaticamente evoluir para a próxima, sem que o RH tenha que fazer isso caso a caso.

Critérios de triagem

Um bom processo de seleção começa com uma triagem rigorosa de candidatos. Por isso, a solução utilizada por R&S deve oferecer diversas combinações e critérios de triagem que possam ser facilmente aplicados pelo recrutador.

Resultados em ranking

Os resultados da triagem também devem ser facilmente visualizados pela equipe de R&S. A ferramenta, então, deve oferecer listas organizadas em ranking considerando a compatibilidade entre as informações e critérios da vaga e as dos currículos selecionados. O ideal é aplicar inteligência artificial para criar esse ranking de matches.

Aplicação de testes de conhecimentos específicos

Durante o processo, muitas vezes é necessário checar alguns conhecimentos específicos. A tecnologia utilizada, então, deve permitir a definição e aplicação de testes nos candidatos, como português, raciocínio lógico e inglês, por exemplo. Além disso, a equipe de R&S deve ter a possibilidade de determinar notas de corte e rankeamento de resultados.

Aplicação de avaliação comportamental

E, como não são apenas as competências técnicas que fazem de um profissional a pessoa certa para determinada vaga, a ferramenta de R&S também precisa oferecer algum tipo de avaliação comportamental. Um bom exemplo é a metodologia DISC (Dominância, Influência, Estabilidade, Conformidade), que analisa as características comportamentais dos candidatos e aponta quais delas são mais evidentes, ajudando a identificar perfis mais adequados para preencher cada vaga.

Agendamento de entrevista

O agendamento de entrevistas deve ser feito diretamente na plataforma, para facilitar a integração de agendas e o acompanhamento dos processos e das datas.

Entrevista por vídeo

Uma forma excelente de ganhar tempo e reduzir custos é realizar entrevistas por vídeo, que dispensam a locomoção e a necessidade de um espaço dedicado a esta etapa da seleção. É interessante que a ferramenta de R&S também tenha essa funcionalidade embutida. Melhor ainda seria se ela tivesse camadas de inteligência artificial para analisar os vídeos dos candidatos – o tom de voz, por exemplo – e já entregasse alguns insights para os recrutadores.

Comunicação otimizada

Outra facilidade indispensável é a organização de toda a comunicação com os candidatos de forma simplificada durante o processo seletivo. Por exemplo, em uma única tela deve ser possível criar uma mensagem personalizada ou utilizar um modelo previamente carregado e já indicar quem é o destinatário – se um grupo de candidatos ou uma pessoa específica. Dessa forma, fica muito mais simples acompanhar o feedback e evitar que alguém fique sem retorno.

Machine learning

Para completar, a plataforma deve ter contar com o apoio de um algoritmo de ciência de dados capaz de aprender com os resultados do seus processos já realizados para agilizar o encontro dos melhores profissionais nos processos futuros. Esta seria a camada de inteligência artificial chamada machine learning. De forma automatizada, ela torna a ferramenta capaz de identificar e alertar por e-mail os candidatos que são compatíveis com suas vagas abertas, o que agiliza muito a candidatura e, claro, o aumento na possibilidade de dar match com os candidatos.   

Gestão facilitada

Por fim, a ferramenta deve oferecer uma tela que centralize todos os dados do processo seletivo em tempo real, com métricas e indicadores que possam gerar relatórios e identificar pontos de melhoria.

Se você estiver em busca de uma ferramenta de recrutamento e seleção, leve em conta esses critérios. Se você já utiliza uma plataforma desse tipo, investigue se ela oferece todas essas facilidades e comece a tirar o máximo proveito de cada uma.

A plataforma de recrutamento e seleção da VAGAS é compatível com todos esses critérios. Para saber mais sobre todas essas funcionalidades, fale com a gente.