Institucional Candidatos Empresas

Mantenha a reputação da empresa em alta oferecendo feedback aos candidatos rejeitados

Empresas que não dão feedback ou retorno ao profissional que não passou pelo processo seletivo tendem a ser mal avaliadas como marca empregadora. Dar o devido feedback de entrevista mostra sensibilidade por parte da empresa e pode auxiliar o candidato na busca por novas colocações.

Espera-se que o RH envie, ao menos, um e-mail educado agradecendo o interesse do profissional pela oportunidade na empresa e desejando sorte em sua trajetória profissional. Mas, infelizmente, na correria do dia a dia muitas organizações esquecem de seu papel social. Saiba mais:

Importância do feedback de entrevista

Apesar da relevância desse retorno, poucas organizações comunicam os candidatos quando eles saem do processo seletivo, visto que essa medida demanda tempo e não costuma ser prioridade.

Mas, hoje, com as experiências de candidato cada vez mais humanizadas, esse jogo deve mudar. Pesquisas realizadas por empresas norte-americanas de recrutamento indicam que o feedback traz resultados positivos para as marcas empregadoras.

De acordo com os estudos, 52% dos profissionais comunicados sobre a rejeição ficam mais propensos a manter um relacionamento com a companhia. Ou seja, eles tendem a se inscrever novamente nas vagas e indicam a empresa para seus contatos.

Por outro lado, se os profissionais não recebem um posicionamento por parte do RH, há duas vezes mais chances de um vínculo negativo ser estabelecido.

Vantagens

Dar feedback de entrevista e manter contato com o candidato rejeitado é uma medida humanizada e inteligente por três motivos principais:

Encorajar novas candidaturas no futuro

Quando você posiciona o candidato e lhe dá caminhos de aprimoramento profissional, ele procurará maior qualificação e poderá voltar ainda melhor aos processos seletivos de sua empresa. Ele também tende a manter um olhar positivo com relação a sua empresa, o que facilita o processo de recrutamento e a experiência do candidato.

Melhor reputação da marca empregadora

Enviar uma carta de rejeição ao candidato demonstra que a organização valoriza o desenvolvimento profissional atual e futuro de seus colaboradores. Assim, você manterá um vínculo construtivo com o candidato mesmo após a rejeição, além do mais, os aspirantes a vagas podem se tornar consumidores do seu negócio, mostrando a importância desse laço.

Eliminação de riscos de má interpretação

Uma carta de rejeição clara e educada não dá margem para interpretações negativas que podem ganhar dimensão no mercado. Quando o profissional se sente rejeitado sem motivos razoáveis ou até mesmo discriminado por parte da companhia, ele pode repercutir esse mal-estar nas mídias sociais e a imagem de sua empresa passa a correr perigo.

Como dar feedback de entrevista?

Conheça dicas importantes para formular uma carta de rejeição adequada:

1. Seja específico

Fuja de informações genéricas e cite habilidades positivas do candidato, além de competências que ele pode desenvolver para ter mais chances de contratação no futuro.

2. Dê um retorno objetivo, mas sensível

No feedback de entrevista, estimule o candidato a melhorar suas habilidades e ampliar sua experiência. No entanto, não mencione características pessoais que não podem ser alteradas, como tom de voz ou aparência. Comunicação, porém com moderação.

3. Comece com os pontos positivos

Sempre inicie a conversa, enfatizando as melhores características do candidato. É uma forma de encorajá-lo a melhorar os pontos necessários e evitar qualquer aparência de ataque pessoal.

4. Diga a verdade

Comunique exatamente o que deseja. Por exemplo, se você acredita que o candidato se adéqua melhor a outros cargos dentro da empresa, deixe isso claro. Ele se sentirá motivado e se candidatará novamente no futuro. Nunca dê falsas esperanças.

5. Deseje o melhor ao candidato

Sempre termine a carta de maneira otimista, desejando sucesso ao profissional. Agradeça também pelo tempo e interesse despendido pelo candidato no processo seletivo.

6. Seja diplomático

Seja honesto, mas não agressivo. Vá direto ao ponto em sua carta de rejeição, entretanto mantenha a delicadeza. Afinal de contas, você está colocando um ponto final em uma esperança profissional. Então faça o comunicado com respeito e consideração.

7. Mantenha um tom pessoal

O ideal é que alguém que tenha tido contato com o candidato faça o feedback de entrevista para dar um tom personalizado e demonstrar o esforço da empresa em tratá-lo bem. Sempre dê espaço para o profissional se manifestar se ele sentir necessidade. Coloque-se à disposição.

8. Peça um retorno

Você pode terminar a carta de rejeição solicitando um feedback para os candidatos. Isso fará o profissional se sentir mais valorizado e ainda será válido para coletar informações importantes sobre o processo de recrutamento. Coloque uma data para a resposta e use os dados para melhorar a experiência de candidato oferecida por sua empresa.

Agora que você já sabe tudo sobre feedback de entrevista, veja como melhorar a comunicação em RH.