Institucional Candidatos Empresas

Com a Quarta Revolução Industrial, novas habilidades são requeridas dos profissionais. Veja algumas estratégias de R&S para observar essas novas demandas

Depois da locomotiva a vapor, da eletricidade e da automação, agora, é a vez da conexão. Vivemos a Quarta Revolução Industrial, marcada pela convergência de tecnologias digitais, físicas e biológicas. Isso significa que a força de trabalho precisa se preparar para atuar com — e em colaboração — a máquinas cada vez mais capacitadas, conectadas e inteligentes. E esse cenário muda muito as habilidades requeridas para os profissionais do futuro e também as estratégias de recrutamento e seleção desses talentos.

O Relatório do Fórum Econômico Mundial (World Economic Forum – WEF), Jobs of the Futureaponta que muitos empregos estão sendo eliminados, porém vários outros estão sendo criados. Pesquisas sobre o tema indicam que funções como analistas de diversas áreas de conhecimento, profissionais de call center, jornalistas e até headhunters estão na lista de extinção ou recriação.

Por outro lado, novas profissões surgirão. Hoje, já observamos funções que há dez anos não existiam — cientista de dados, profissional de UX e piloto de drone são apenas alguns exemplos. Segundo o Índice Cognizant Jobs of the Future (CJOF), previsor de calamidade cibernética, diretor de portfólio de genoma, técnico de Inteligência Artificial (IA) especializado na área de saúde e especialistas em narração de histórias em realidade aumentada serão profissões, em breve, requeridas pelo mercado de trabalho.

Mix de habilidades

Outra tendência analisada nas profissões do futuro é a mescla de habilidades. Veja o exemplo do cientista de dados, um dos cargos top trend do momento. Este profissional precisa ter conhecimentos sobre as áreas de negócios, estatística (matemática) e também perícias digitais — perfil dificilmente encontrado no mercado.

Nesse sentido, outros trabalhos começarão a exigir habilidades não previamente associadas a eles. É o caso de pessoas que trabalham na área de vendas e de manufatura. Com a Indústria 4.0, não há como não exigir desses profissionais uma melhor compreensão da área de tecnologia.

Como atrair esses novos talentos no cenário atual?

Dado esse contexto, recrutar e selecionar os melhores talentos, aqueles com as habilidades focadas no futuro, não será nada fácil. É preciso recorrer à tecnologia para automatizar alguns processos e à boa e velha propaganda para chamar a atenção dessa geração de profissionais. Separamos algumas estratégias que não podem faltar no seu planejamento:

  1. Trabalhe com inteligência artificial

As fronteiras de trabalho foram estreitadas. Você pode encontrar o talento ideal para sua companhia do outro lado do globo, mas há como localizá-lo sem o uso de uma tecnologia avançada? Impossível. Por isso, invista em um processo de R&S com base em inteligência artificial para simplificar as contratações. Ela pode eliminar o tempo gasto na revisão de cartas de apresentação e currículos, classificando os candidatos ideais para sua vaga, de acordo com um ranking de hard e soft skills destacados pelo recrutador.

A IA tem ainda o potencial de avaliar quase todos os fatores: de empatia inata, polidez, atenção aos detalhes ao fit cultural do candidato. Isso graças aos algoritmos de processamento de linguagem natural (NLP) e aprendizado de máquina.

A VAGAS trabalha fortemente com a adoção da inteligência artificial e de machine learning em sua Plataforma de Recrutamento e no software de videoentrevista. Em ambos há o mecanismo chamado Ranking Inteligente — que vai elencar os candidatos com maior match para a vaga a partir de dados fornecidos pelos recrutadores, tais como formação, nível do idioma e experiência — eliminando a primeira triagem de currículos.

 

  1. Estabeleça uma tática de employer branding

É justo lembrar do amigo só quando você precisa de um favor? Não. Então, por que seria cabível empresas olharem para os candidatos apenas quando há uma vaga aberta? Criar um ecossistema de confiança entre organizações e profissionais será a grande diferença entre planejamentos de R&S bem-sucedidos e planejamentos fadados ao fracasso.

Para tanto, é necessário uma estratégia de employer branding, utilizando sites e redes sociais para se comunicar com os profissionais.

E a VAGAS pode também te dar uma forcinha nesse quesito. Na Plataforma de Recrutamento da VAGAS é possível que a organização personalize um site exclusivo, com a identidade visual da empresa, para a comunicação com os candidatos. Nela, o profissional ficará atualizado sobre notícias e informações a respeito da corporação, tais como vagas de emprego, processos de seleção, programas internos, propósitos, posicionamento e linguagem, bem como os benefícios e a cultura da empresa.

 Mas lembre-se: responda ativamente aos seus admiradores, possíveis candidatos, seja via site ou nas redes sociais. Esse tráfego de informações aumentará seus anúncios e incentivará os candidatos certos a quererem trabalhar para você.

  1. Invista em mobile first

Você não quer que suas postagens com vagas de emprego fiquem perdidas no buraco negro da internet, quer? Para aumentar a visibilidade de seus anúncios, invista em técnicas de busca do Google, o chamado SEO. Há muitas maneiras simples de fazer isso, mas uma das mais importantes é garantir que seu website seja otimizado para dispositivos móveis. Muitos candidatos optam por processos seletivos a partir do celular  — 78% dos Millennials, 73% da Geração X e 57,2% dos Baby Boomers. Se o processo de inscrição não for otimizado para dispositivos móveis, você perderá candidatos de qualidade, simplesmente porque não conseguiu se adaptar.

  1. Anuncie de forma segmentada

Você já buscou na internet um produto específico e viu um anúncio desse item enquanto percorria suas redes sociais? Pois bem, nossos dispositivos sabem muito sobre nós, desde interesses pessoais até nossa localização. E, embora isso possa parecer invasivo, é o preço que pagamos por estarmos tão conectados.

A mesma tática pode ser estabelecida na apresentação de vagas. Pesquisadores de emprego de uma indústria específica querem ver oportunidades de carreira relevantes para eles, e você pode aumentar a probabilidade de isso acontecer usando as palavras-chave corretas, descrições de cargo e detalhes sobre seu anúncio.

Deixe seu comentário

Sign in to post your comment or sign-up if you don't have any account.