Conheça melhor os diferentes KPIs à disposição e lance mão deles para aprimorar suas estratégias

“O que não é medido não pode ser gerenciado.” Certamente, você já ouviu essa máxima sobre indicadores de produtividade. Apesar de parecer pra lá de batida, ela é importante e deve ser considerada na rotina de sua companhia. Afinal de contas, se o acompanhamento dos funcionários deixa de ser realizado, como é possível melhorar processos ou reparar erros?

Acompanhe, neste artigo, dicas para implantar KPIs na sua organização e trace cenários mais assertivos neste ano.

O que é produtividade?

De acordo com a versão online do dicionário Michaelis, produtividade do trabalho é o “quociente da produção pelo tempo utilizado para obtê-la”. Está claro que o termo está associado ao emprego dos recursos disponíveis e aos lucros obtidos com ele, certo?

Sem dúvidas, a produtividade é um dos índices mais importantes de uma empresa, já que impacta diretamente o sucesso do negócio. Se é assim, nada melhor do que implantar indicadores de produtividade na sua companhia. Vamos lá?

Por que acompanhar indicadores de produtividade?

O artigo “Indicadores de Produtividade e KPIs”, publicado no blog do SBCoaching, esclarece que os indicadores de produtividade auxiliam a empresa a avaliar a performance individual de seus funcionários ou mesmo de suas equipes, como um todo.

São ferramentas que, de acordo com o recorte selecionado, apontam para novas oportunidades de crescimento. “Ao monitorar seu desempenho, elas ajudam a traçar e até mesmo prever cenários, evitando riscos desnecessários e melhorando as chances de alcançar um crescimento sustentável”, destaca o texto.

Como criar e escolher indicadores de produtividade?

Se você se interessou pelo assunto, saiba que existem diversos indicadores de produtividade. Para saber qual deles utilizar, é preciso conhecer a fundo sua empresa.

Principais indicadores de produtividade

A seguir, enumeramos os indicadores de produtividade mais populares. Fique atento e veja qual deles é o mais interessante para o seu negócio e momento.

EBITDA

Earnings Before, Interest, Taxes, Depreciation and Amortization, ou simplesmente, EBITDA, é uma sigla muito utilizada no meio empresarial. Traduzindo para o português, o termo “Lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização” indica quanto uma empresa gera em recursos com suas atividades.

Esse indicador é interessante para entender a performance geral da companhia.

TPM

Muito utilizado na indústria, o Total Productive Maintenance (TPM) tem como lema: perda, quebra e acidente zero. Ou seja, visa a diminuição de custos, a redução do desperdício e o aumento da produtividade da organização.

Como aborda a empresa em sua totalidade, demanda uma mudança na cultura organizacional se for implantada.

Qualidade

Para avaliar a qualidade de seus profissionais e processos, é interessante avaliar a ocorrência de falhas, atrasos ou não conformidades na oferta de produtos ou serviços.

Acompanhe a cadeia de produção e a comunicação para ficar ciente dos erros e acertos, corrigindo o que for necessário para evitar perdas em recursos e tempo.

Capacidade

Aqui, é preciso relacionar a produção com o tempo empregado para entregar o produto ou serviço. Com esse indicador, calcula-se a média do que é produzido em determinado período.  Por exemplo, quantos hambúrgueres são preparados por funcionário ou quantos clientes cada manicure consegue atender em um dia.

Estratégicos

Esse indicador tem início após o planejamento estratégico da empresa para o ano que se inicia. A ferramenta terá de acompanhar os times e o cumprimento de metas ao longo de 12 meses.

Ao observar o desempenho dos profissionais e as entregas deles, é possível fazer os ajustes necessários ou apenas reforçar os pontos positivos.

Competitividade

Precisa observar a concorrência? Essa é a ferramenta adequada. Mas para não se perder em meio a tantos dados, defina, em primeiro lugar, o que você precisa monitorar e quais objetivos deseja atingir.
Se a questão é ampliar a participação de mercado (market share), calcule a fração atendida pela sua empresa e observe os pontos negativos e as oportunidades de negócio.

Lucratividade

Como incrementar os lucros? Um dos primeiros passos deve ser a análise minuciosa dos números e o acompanhamento dos dados. Saber o volume produzido, quanto é vendido e o faturamento vai indicar o que está sendo perdido e o que pode ser melhorado ao longo da cadeia produtiva.

 Turnover

Turnover é a rotatividade dos funcionários dentro de uma empresa. Para calculá-lo, some o número de contratações ao de demissões, divida por dois e, ao fim, divida pelo número total de profissionais.

Esse dado é importantíssimo, já que quando está em alta impacta diretamente a produção da companhia e a performance das equipes.

Como medir produtividade individual?

Nesse caso, observamos o desempenho de cada funcionário. De forma prática, mede-se individualmente a quantidade de entregas. Assim, é possível elaborar parâmetros e saber quais profissionais estão de acordo com as expectativas da companhia, traçando estratégias para apoiar aqueles com rendimento baixo ou mesmo rearranjando os times.

Produção por hora

Como o próprio nome aponta, é a fórmula que apresenta o desempenho do funcionário durante um período de 60 minutos. Por exemplo, quantos pedidos o caixa registrou ao longo de uma hora na sua lanchonete. Ferramenta interessante para detectar a desmotivação nos times.

Ociosidade e absenteísmo

Esse indicador também pode revelar funcionários descontentes. Isso porque ele determina o número de faltas ou atrasos dos profissionais. A ociosidade pode ainda ser medida pelos tempos de intervalo das máquinas, o que impacta a rapidez e a produtividade.

Se houver problemas neste KPI, uma boa solução é cronometrar o tempo de funcionamento dos maquinários, a adoção de turnos de trabalho para evitar sobrecarga ou mesmo treinamento das lideranças para elevar o nível da gestão.

 Treinamentos

Ao promover workshops e cursos, você também pode utilizar ferramentas de avaliação. Fique atento à taxa de adesão, ao número de evasão, à participação e ao aproveitamento das informações pelos funcionários.

Após um período, verifique se o valor e o tempo investidos surtiram resultados na produtividade e nos lucros.

 Entregas no deadline

Todo mundo tem pressa. Assim sendo, quem entrega serviços e produtos com maior rapidez, ganha vantagem no mercado. É muito importante calcular seus prazos e conhecer a satisfação dos seus consumidores com relação a essa questão. Se os indicadores apontarem problemas com lentidão ou valor de frete, reveja fornecedores e ajuste processos com suas equipes.

Como você pôde perceber, indicadores de produtividade não faltam. Já conhecia todos eles? Pretende colocá-los em prática? Se deseja saber um pouco mais sobre gestão, leia este artigo sobre as competências comportamentais que devem ser valorizadas em 2021  ou ainda sobre como colocar o humano no centro dos Recursos Humanos.