Veja como a VAGAS.com está se readequando para manter a cultura organizacional forte na quarentena

O dia 11 de março de 2020 ficará marcado na história. Nessa data, a OMS anunciou oficialmente que o Covid-19 é uma pandemia. De uma hora para outra, empresas privadas e públicas tiveram de tomar medidas em meio ao caos. Não foi diferente na nossa empresa. Em consenso, foi decidido que os profissionais trabalhariam totalmente a distância na quarentena na VAGAS.com, embora o home office já fosse parte da nossa cultura organizacional.

Muitas organizações não estavam preparadas para atuar no sistema de teletrabalho. De um dia para o outro, essas empresas tiveram de criar uma política home office a toque de caixa para manter ativos seus negócios. Essa movimentação de criar uma política de trabalho a distância não foi necessária na VAGAS.com, visto que há anos a empresa já trabalha com o teletrabalho, seja esporádico ou full time.

“Como o home office na VAGAS.com já era algo natural, não tivemos problemas com isso”. explica Juliana Franco de Macedo Simões, analista de Relações Humanas. Porém, as circunstâncias mudaram. Nem todos os colaboradores estavam acostumados a atuar a distância, e, mesmo aqueles que já trabalhavam em casa, tiveram suas rotinas impactadas pelo isolamento imposto pelo Covid-19.

Para tentar suavizar essa mudança e ajudar  colegas de trabalho, a VAGAS.com distribuiu um modem 3G aos colaboradores que tinham acesso restrito à internet em casa. Além disso, para os pais que estão tendo de cuidar dos filhos, a empresa está sendo mais flexível.

“Sabemos que este é um momento delicado e que os colaboradores precisam dividir a atenção deles [com os filhos]. Por isso, as pessoas estão adaptando a sua jornada de trabalho, buscando maneiras alternativas”, destaca Juliana.

Isolamento das equipes, e agora?

Outro alerta foi acesso no momento do consenso do home office: como garantir a cultura organizacional no isolamento?

A VAGAS.com é uma das pioneiras do modelo de gestão horizontal no Brasil. “Não temos hierarquia e trabalhamos nossas diretrizes em consonância de opiniões”, nas palavras do nosso fundador, Mário Kaphan, a empresa é radicalmente horizontal, pois acredita que esse modelo seja propício à vivência de valores compartilhados.

E as bases de sustentação desse modelo são uma forte comunicação, autonomia e responsabilidade dividida. O mote na VAGAS.com é “eu faço o que eu quero e todos têm tudo a ver com isso”. Em outras palavras, temos muita autonomia, mas precisamos respeitar a opinião dos colegas e entregar resultados. A manutenção dessa cultura é, portanto, fator-chave para o sucesso do negócio.

Ações para manter a colaboração durante quarentena na VAGAS.com

O formato de trabalho na VAGAS.com é muito colaborativo. Áreas de negócio distintas se unem para fortalecer a empresa. E isso fica muito claro durante o ritual de café da manhã e da tarde na empresa. É comum nessas ocasiões ver as pessoas conversando sobre assuntos aleatórios. Esse aspecto do fit cultural da empresa foi cessado com o isolamento social.

“Transportar esse comportamento para um ambiente virtual tem sido desafiador”, diz a executiva Juliana Macedo. Ela relata que os colegas têm sentido falta desse contato pessoal, de manter os rituais do trabalho mesmo que distantes.

A criatividade foi o remédio para esse afastamento. “Nós intensificamos as nossas comunicações e criamos videoconferências semanais para que todos fiquem por dentro do que está acontecendo na empresa”, sublinha a executiva. Além disso, temos divulgado dicas de como lidar com a rotina de home office e como manter a saúde mental neste isolamento.

Também foi mantida a pausa para o “lanche virtual” no meio da tarde e atividades físicas online. O professor que lecionava ginástica laboral no escritório da VAGAS.com passou a atuar virtualmente. No mesmo horário da atividade presencial, as pessoas podem exercitar o corpo e manter a rotina que tínhamos no escritório.

Mas não é só o corpo que precisa ser exercitado em tempos de isolamento, a mente também deve ser estimulada neste período. Surgiu assim o programa Clube do Livro Online. Nesta agremiação virtual, os colaboradores da VAGAS.com podem dar dicas e sugestões de livros, discutir o conteúdo das obras e se divertir, cada um em sua casa.

Isolados anônimos

Mesmo com todas essas ferramentas virtuais, ainda há quem não se adeque a essa nova realidade. Essa mudança, de um dia para outro, foi muito abrupta.

Para tentar diminuir os efeitos do isolamento social, a VAGAS.com criou algumas atividades de acolhimento como o IA – Isolados Anônimos. “É um espaço para que as pessoas possam expor as dificuldades que têm enfrentado nesse período e, com a ajuda dos colegas, encontrar formas para resolver essas questões”, explica Juliana.

Ainda assim há pessoas que não conseguem expor esses sentimentos. Neste caso, a VAGAS.com nos incentiva a praticar a escuta ativa para apoiar quem tiver mais dificuldade de lidar com o momento. “Além desses programas, outras atividades devem entrar no ar em breve. Não posso dar muito spoiler”, brinca Juliana.

Os próximos capítulos dessa saga ainda serão redigidos. Mas já temos algumas certezas de como será o enredo: focará certamente na criatividade de manter a cultura organizacional da VAGAS.com viva de forma virtual e a distância.

Gostou do relato de como estamos lidando com a quarentena na VAGAS.com? Saiba mais sobre o modelo de gestão horizontal da VAGAS.com.