Garanta a fluidez das informações de sua organização e garanta bons indicadores com essa estratégia

Os erros de comunicação nas empresas são muitas vezes jogados para debaixo do tapete. Poucas são as organizações que enfrentam o problema de frente, criando mecanismos para evitar o diálogo truncado. Mas insistir nesse erro pode custar caro às empresas. Um mal entendido entre líderes e liderados desmotiva equipes e afeta a produtividade da empresa.

Não importa o tamanho da sua empresa, a comunicação é um fator crucial para o sucesso. Em última análise, a comunicação é tão importante para o sucesso do negócio quanto o capital ou o produto da empresa.

Por isso, se você ainda tem dúvidas sobre a importância da comunicação fluída na sua organização, separamos alguns bons motivos para você investir nessa interlocução. Confira!

O que são erros de comunicação nas empresas?

Os chamados erros de comunicação são lacunas de informações entre o receptor e o comunicador de uma mensagem. Nas empresas, há diversos exemplos que representam um diálogo ruim entre empregador e colaborador.

Uma informação do alto escalão da organização que não é repassada aos que estão na linha de frente da empresa. Um líder que toma decisões isoladas sem consultar sua equipe. Um e-mail mal redigido que pode ser interpretado de diferentes formas por quem o recebe. Todas essas ações são exemplos de uma interlocução ruim no ambiente organizacional.

No artigo “Nove erros de comunicação que desconstroem a motivação dos empregados”, redigido em inglês pela psicóloga Michelle Cadieux, ela explica que a comunicação funciona nos dois sentidos. É uma espécie de ciclo de feedback que flui do empregador para os funcionários e vice-versa.

“Como empregador, você se comunica com os funcionários, permitindo que eles trabalhem no que você comunicou a eles e recebe feedback deles sobre a eficácia com que suas instruções foram cumpridas. Um ambiente de portas abertas onde os funcionários não têm medo de pedir esclarecimentos ou dar sugestões é aquele em que os funcionários têm a oportunidade de cultivar a confiança”, enfatiza.

Motivos para investir numa comunicação eficiente

Como somos seres sociais por natureza, como destaca o jornalista Daniel Goleman em sua obra “Inteligência Social – A Ciência Revolucionária das Relações Humanas”, nosso DNA foi programado para nos conectar uns com os outros. Mas, se algo interrompe essa jornada, é como se houvesse uma quebra no contrato social.

No ambiente corporativo, essa descontinuidade do relacionamento entre empregado e empregador pode representar notícias desagradáveis ao negócio. Uma pesquisa da Gallup revelou que organizações com um bom engajamento de funcionários, fomentado por uma comunicação ativa, obtiveram desempenho operacional superior às organizações que tinham um baixo engajamento, eis alguns dados do estudo:

  • Aumento em 21% de lucratividade
  • Aumento de 20% em vendas
  • Aumento de 17% em produtividade
  • Diminuição de 70% dos incidentes de trabalho
  • Redução de 41% da taxa de absenteísmo
  • Aumento de 40% da qualidade dos produtos (menos defeitos)

Redução da rotatividade

Empresas com funcionários mais engajados e satisfeitos têm taxas de rotatividade  muito mais baixas. Para atrair e reter as gerações mais jovens, os empregadores devem garantir que seus funcionários obtenham todas as informações de que precisam a qualquer momento.

Mas isso não significa que você precise compartilhar as mesmas informações com toda a sua força de trabalho. Na verdade, a sobrecarga de informações muitas vezes leva a estresse, desinteresse, frustração e, com isso, menor retenção de funcionários.

Aumento da produtividade

Quando há muita informação desencontrada, ou até excesso de informação sem relevância, os funcionários gastam mais tempo de seu trabalho fazendo a seleção de conteúdos importantes ou não para eles. Multiplique esse tempo perdido em um mês e você terá a conta de quanto perdeu em capacidade produtiva.

Se você deseja que seus funcionários se envolvam com seu conteúdo, precisará personalizar suas mensagens e certificar-se de que seus colaboradores recebam as informações de que precisam.

Ganhos monetários

De acordo com uma pesquisa feita pela Society for Human Resource Management (SHRM), muitas empresas estão perdendo dinheiro devido à interlocução ruim.

A pesquisa com 400 empresas com mais de cem mil funcionários citou uma perda média por empresa de 62,4 milhões de dólares por ano devido à má comunicação entre os funcionários.

Diminuição de erros no local de trabalho

Outro efeito da má comunicação é a falta de compreensão. Se você não permitir que seus funcionários entendam completamente o que se espera deles, eles provavelmente não entenderão suas obrigações. Isso naturalmente leva a mais erros no local de trabalho

Mas se você ajustar essa comunicação, observará uma diminuição dos erros e um aumento da produtividade.

Erros de comunicação a serem evitados

Agora que você já sabe a importância de um diálogo aberto (e transparente) entre as pessoas do seu negócio, vamos mergulhar fundo em alguns dos erros mais comuns de comunicação que devem ser evitados:

Comunicação inconsistente

A maioria dos funcionários acredita que seus empregadores não são bons comunicadores. A falta de comunicação e transparência das informações é o principal motivo dessa insatisfação entre os colaboradores.

Lembre-se: quando informações importantes da empresa não são repassadas, os colaboradores começam a se sentir isolados ou inseguros, afetando a produtividade da empresa.

Sem estratégia de comunicação interna

A comunicação interna das empresas é uma importante parceira de negócios. Mas para isso a área deve ter estratégias claras de como se comunicar e influenciar as pessoas.

No entanto, o que se observa em muitas organizações é que os departamentos de comunicação interna estão andando na contramão. Sem planejamento ou com poucas informações sobre as estratégias da empresa, não há como criar uma forte marca empregadora.

Não entender o seu público

Quando se trata de comunicação com os funcionários, a chave é ter um entendimento claro de seu público interno. Da mesma forma que os profissionais de marketing e vendas precisam compreender o comportamento do consumir, quem trabalha com employer branding precisa entender a perfil dos colaboradores da empresa.

Se não há esse entendimento prévio, não há como a marca empregadora se conectar com os colaboradores.

Uso equivocado de canais de comunicação

Este é um dos maiores desafios de comunicação em empresas e por isso merece uma atenção especial. Muitas organizações sequer sabem quantos canais de comunicação diferentes seus funcionários estão usando.

Slack, Microsoft Teams, Google Drive, redes sociais, eventos internos, e-mails, ferramentas de colaboração de projetos … todos esses são meios de comunicação interna de funcionários. É preciso compreender qual é a mensagem e qual é o melhor meio de comunicação para enviá-la.

Se a empresa está passando por uma fase difícil, que exige a colaboração de todos, o ideal é solicitar que o CEO da organização faça um pronunciamento num evento oficial da companhia, ou ainda grave um vídeo que possa ficar visível nas redes sociais internas da organização.

Se esquivar do erro

Já diria Sartre “O inferno são os outros”. Os funcionários sabem que a falta de comunicação acontece em seu local de trabalho, mas eles não acham que são parte do problema.

Se um colaborador observa uma falha no trabalho e não a reporta para o seu superior, isso é um erro de comunicação. Também é um equívoco de interlocução se um empregado não recebe uma resposta ao questionar seu líder sobre um determinado assunto e assim por diante.

Achou o conteúdo interessante? Então, veja também como manter uma boa comunicação com o candidato é importante para selecionar os melhores.