Entenda a importância da inclusão de gêneros nas empresas

A discussão sobre diversidade de gênero em vários setores da sociedade está mais viva do que nunca e não é diferente quando o assunto toca o preenchimento de vagas abertas por empresas.

A questão da inclusão vai muito além dos números que as organizações mostram ao mercado. Continue lendo e saiba qual é a importância de trazer para sua empresa pessoas que se identificam com gêneros distintos.

3 razões para incluir diversidade de gênero no R&S

Oportunidade

Cerca de 35% dos colaboradores de empresas brasileiras que participaram de pesquisa desenvolvida para o Kantar Inclusion Index, em 2019, afirmaram que enfrentam algum tipo de problema nas companhias quando o assunto é inclusão, estando entre as questões o gênero. Junto a esse dado, 28% dos entrevistados disseram que as empresas em que atuam poderiam ser mais inclusivas.

Ainda no mesmo estudo, que olhou para empresas de 14 países, o Brasil ficou apenas em 7º lugar em se tratando de inclusão e diversidade.

É fato que pessoas que não identificam seu gênero com o sexo biológico de nascimento, ou seja, que não são cisgênero, tendem a sofrer exclusão social por estarem fora de um padrão enraizado e isso se reflete também no momento de ingressar no mercado de trabalho.

Preconceitos arraigados podem estar incrustados tanto nos valores quanto nas pessoas da empresa, inclusive em recrutadores, ainda que em forma de viés inconsciente.

Já pensou no círculo vicioso que se forma quando alguém com muito potencial não desenvolve as habilidades que poderia oferecer ao mercado de trabalho porque não recebe uma oportunidade dewvido a sua identificação de gênero? O cenário piora ainda mais quando quem pode dá-la não o faz, impedindo que essa pessoa evolua.

Por isso, dê a oportunidade! Faça parte de uma empresa com valores verdadeiramente inclusivos e olhe para o profissional que tem o potencial de trazer uma visão nova.

Novas questões, novas saídas

A homogeneização no quadro de funcionários não é um ponto positivo para a empresa, visto que as questões que surgem no dia a dia tendem a ser tratadas sempre do mesmo modo.

Trazer para perto pessoas com diferentes backgrounds significa trazer novas possibilidades de resoluções e olhares distintos que podem, inclusive, prever problemas que podem ser manejados antes de virarem uma questão maior que outras pessoas, com outro modo de encarar o mundo, não enxergariam.

A diversidade de gêneros necessariamente traz a diversidade de vivências: fomente essa cultura em sua empresa.

Diversidade nas experiências

Cada profissional traz consigo experiências, seja de outros empregos ou até mesmo da esfera pessoal, que implicam no modo como enxerga o mundo e lida com resolução de problemas e novos desafios.

Trazer a diversidade para o manejo das questões rotineiras pode ser muito interessante: um colaborador abre a mente de outro colaborador, que tem uma nova ideia e suscita outra nova de pensar em outra pessoa. Se a empresa contasse com perfis muito similares, como esses estímulos aconteceriam?

O estudo Getting to Equal 2019, desenvolvido pela Accenture, apontou que empresas inclusivas têm a capacidade de entregas inovadoras maximizada em 11 vezes em relação a empresas que não abraçam a diversidade. Além disso, o mesmo estudo apontou que a diversidade no ambiente de trabalho deixa os colaboradores, em média, 6 vezes mais criativos.

Como trazer a diversidade de gênero para o processo seletivo?

Algumas medidas podem ser tomadas já no início do processo para que ele seja mais inclusivo. A própria construção do anúncio da vaga já dirá muito da sua empresa para o mercado, uma vez que ele é o que introduz a empresa para o candidato.

A língua portuguesa é uma língua masculina

Não temos como fugir disso: a língua portuguesa é uma língua masculina. Quando buscamos neutralizar o gênero das palavras, devemos recorrer ao masculino. Quando queremos incluir feminino e masculino em uma construção, caímos na construção masculina.

Para driblar a questão linguística, uma opção é sempre deixar o nome do cargo nos dois gêneros gramaticais existentes. Por exemplo, mecânico/a, secretário/a, enfermeiro/a.

Hoje o símbolo do arroba (@) também é muito utilizado na escrita para se reportar a todos os gêneros – além do masculino e feminino. Que tal adotar essa estratégia na descrição das atividades, dos pré-requisitos e dos benefícios oferecidos pela sua empresa?

Não se apegue a pensamentos enraizados

Alguns profissionais, ainda nos dias de hoje, sofrem discriminação por estarem em cargos que, historicamente, se ligam imediatamente a homens ou a mulheres. É muito comum encontrarmos vagas para secretáriAs e não para secretáriOs ou para mecânicOs e não para mecânicAs.

Livre-se dessas amarras no momento de analisar os currículos que você tem em mãos. Dê-se a chance de trabalhar com diversos perfis e de colaborar para que todos os funcionários tenham e deem essa chance também!

Deixe clara a conduta inclusiva da empresa

Ao publicar seu anúncio explicite a conduta inclusiva da empresa. Que tal escrever uma mensagem, dizendo que sua empresa se empenha em integrar diversos gêneros no quadro de colaboradores e que tod@s são bem-vind@s a participar do processo seletivo?

Na plataforma VAGAS for business, quando o recrutador cria um anúncio, há um campo chamado “preâmbulo”. Nele, a empresa pode contar um pouco de sua história, de seus valores e de sua cultura. Isso serve para que os candidatos saibam um pouco sobre a companhia e já sintam se há fit com a marca empregadora.

Reforce a cultura de diversidade de gênero dentro da empresa

Para que a inclusão de gêneros seja um processo genuíno, é de suma importância que dentro da empresa essa mentalidade seja trabalhada.

Palestras, workshops, divulgação de newsletter com artigos sobre o tema e grupos de conversa são boas alternativas. Elas podem promover continuamente a discussão, a conscientização e a transformação dos ideais em ações.

Se essa política já é viva dentro da sua empresa, se o time de R&S a alimenta ao levar a questão do gênero para os processos seletivos. Se os colaboradores compactuam e são ativos na pauta, a imagem da marca empregadora se fortalecerá para candidatos. De quebra, a empresa ainda pode se tornar uma referência em estratégias de benchmarking.

Assim, você e seu time podem se tornar pontos de partida quando o assunto for gênero em R&S!

Aproveite para saber mais sobre diversidade no Recrutamento e Seleção e tornar sua empresa um exemplo.