Contratar um desenvolvedor para sua empresa não precisa ser uma dor de cabeça. Saiba como alavancar o processo

A necessidade de contratar desenvolvedores está maior que nunca. Esteja sua empresa construindo um aplicativo, redesenhando a experiência do usuário ou criando um novo site, todos precisam de códigos.

O principal problema é a concorrência: há um número finito de engenheiros de softwares perante a grande demanda no mercado. Isso significa que se você quiser atrair os melhores talentos da programação, precisa traçar estratégias inovadoras e eficazes.

Por que é desafiador contratar desenvolvedores?

Na área de tecnologia, a demanda costuma ser maior do que a oferta. Não é difícil perceber isso, já que as ocupações relativas ao desenvolvimento sempre ocupam posições de destaque nas listas de cargos em alta no mercado.

Entre outros desafios para recrutar desenvolvedores, estão:

Falta de habilidades técnicas

As linguagens de programação estão em constante evolução e encontrar profissionais que acompanhem essas tendências não é fácil.

Falta de educação formal na área

Um relatório da Digital Ocean, empresa norte-americana de infraestrutura em nuvem, revelou que uma das maiores queixas das empresas é que poucos desenvolvedores têm educação formal, como graduação e cursos técnicos. Isso dificulta a classificação de conhecimentos, já que não há padronização.

Salários altos

Como a demanda supera a oferta, a tendência é que os salários dos profissionais de desenvolvimento sejam elevados, o que pode entrar em conflito com o orçamento das organizações.

Competição acirrada

As especificidades para contratar desenvolvedores criam uma verdadeira guerra por talentos. Isso explica as altas taxas de turnover na área, já que esses profissionais costumam ser bombardeados com ofertas tentadoras, mesmo sem buscá-las.

Características de um bom desenvolvedor

Antes de falarmos especificamente de dicas para contratar desenvolvedores, é importante entender como deve ser o candidato ideal, tanto no papel quanto na prática.

Além de identificar qualidades que tenham relação com a cultura da empresa e avaliar a experiência profissional, devem ser buscadas soft skills como disciplina, resiliência, boa comunicação (especialmente técnica), maturidade, iniciativa, sede por aprendizado e habilidade de cumprir prazos.

Portanto, não caia na armadilha de avaliar somente habilidades técnicas. Embora seja importante garantir que o programador saiba “codar” bem, habilidades comportamentais determinarão o quão valiosa sua atuação será em longo prazo.

Onde encontrar desenvolvedores qualificados?

Esqueça o mundo off-line: a melhor maneira de contratar programadores é investindo no ambiente digital.

Desenvolvedores dificilmente procuram oportunidades ativamente, mas sempre estão abertos a propostas. Então, vá além do óbvio. Aposte em redes sociais voltadas para programação, fóruns, palestras e listas de e-mail.

Dicas práticas para contratar desenvolvedores

Contratar desenvolvedores é uma tarefa que consome muita energia e envolve diversas tarefas, como acionar headhunters, selecionar candidatos, buscar referências, agendar entrevistas e realizar testes. Mesmo ao finalmente contratar um profissional, você não terá certeza se ele é a escolha certa até que comece a trabalhar.

Então, se você é um gerente ou recrutador responsável por formar e gerir uma equipe de desenvolvedores, confira as dicas abaixo.

Desenvolva um programa de indicações

Pedir indicações de colegas de profissão para desenvolvedores já contratados por sua empresa pode ser uma alternativa para contratações mais rápidas. Claro que isso não reduz a necessidade de testes e entrevistas, mas pode ser uma boa maneira de reduzir o tempo de fechamento da vaga.

Construa um banco de talentos de tecnologia

À medida que aumenta o alcance da sua marca empregadora, cresce também o número de candidatos. Muitos deles podem não serem adequados para as vagas abertas, mas não os descarte. Dê um feedback produtivo sobre motivo da recusa e armazene seus contatos. Assim, você cria um banco de talentos que pode ser usado em posições futuras.

Crie ou patrocine eventos de desenvolvimento

Colocar um monte de talentos sob seu teto é uma tática de contratação fantástica. Desenvolvedores costumam ser mais reservados, então criar oportunidades para conhecê-los pessoalmente pode ser realmente vantajoso.

A comunidade técnica participa frequentemente de Meetups, que são eventos online ou presenciais que reúnem pessoas com interesses em comum – no caso, programação. Como em qualquer outro setor, os melhores talentos gostam de encontrar colegas para discutir tendências e trocar ideias.

Portanto, investir em tais eventos é um bom caminho para identificar profissionais habilidosos.

Aprimore seu conhecimento em tecnologia

Recrutadores raramente têm experiência e conhecimento em tecnologia, o que pode dificultar a contratação de desenvolvedores.

Novas linguagens de programação estão surgindo constantemente e funções como cientista de dados, desenvolvedor front-end, desenvolvedor back-end e analista de inteligência de negócios estão se desenvolvendo rapidamente. Por isso, é essencial que o RH tente entender tais mudanças.

Mas como fazer isso? Pesquise sobre o assunto e converse com o gerente da área e outros desenvolvedores sobre quais habilidades são essenciais e como identificá-las.

Aprenda a falar a língua dos desenvolvedores

Você não precisa aprender a programar para conseguir recrutar bons desenvolvedores, no entanto, você deve conquistar o respeito deles. Para fazer isso, é primordial saber do que se está falando.

Se você não entende o básico de programação, os candidatos podem achar que sua empresa não é tecnológica o suficiente ou que sua avaliação não é precisa para os requisitos da área. Então, esforce-se para aprender pelo menos os termos mais importantes usados pelos engenheiros de software, como AWS, API, ASP, Big Data, CMS, CSS, Mobile, Agile, UX, JavaScript e HTML.

Opte por avaliações rápidas e eficientes

Quem trabalha com tecnologia não suporta perder tempo com processos seletivos muito longos e morosos. Ou seja, é preciso torná-los ágeis e assertivos. Algumas dicas são:

  • Crie uma descrição de cargo clara e que não dê margem a dúvidas;
  • Verifique a pretensão salarial logo no início do processo;
  • Evite testes para entrevista de emprego exaustivos;
  • Faça entrevistas on-line;
    Dê feedbacks constantes para evitar desistências.

Trabalhe seu employer branding

Todo processo seletivo é uma via de mão dupla: a empresa escolhe o candidato e o candidato escolhe a empresa. Devido à alta competição no mercado, isso é ainda mais latente na área da tecnologia.

Portanto, trabalhe sua marca empregadora de forma extensiva. Que tal criar uma área no seu portal de carreiras somente para vagas em tecnologia? Ou compartilhar nas redes sociais o dia a dia do seu time de desenvolvimento? Quem sabe, então, publicar artigos sobre os projetos e linguagens trabalhadas na sua empresa? Todas essas ideias somam pontos na atração de talentos.

Não se esqueça do fit cultural: todos os profissionais querem trabalhar para empresas que tenham valores semelhantes aos seus, por isso destaque-os!

Além disso, tenha em mente que você precisa oferecer mais do que salário, embora uma remuneração compatível seja imprescindível.

Ofereça flexibilidade

Grande parte das empresas líderes em tecnologia atualmente instituiu o trabalho remoto, seja ele parcial ou total. Isso vai ao encontro da liberdade e qualidade de vida que os desenvolvedores buscam.

Como estes profissionais atuam o tempo todo na frente do computador, oferecer o benefício do home office não impacta negativamente o dia a dia da empresa. Pelo contrário: aumenta o engajamento dos times e reduz custos de manter espaços físicos.

Converse sobre salário o quanto antes

Velocidade é um fator decisivo na hora de contratar desenvolvedores. Para poupar o seu tempo – e o do profissional – colha a pretensão salarial e adiante quais são os benefícios oferecidos. Assim, você prepara o terreno para concluir a contratação.

Quer saber mais sobre recrutamento eficiente? Então confira os benefícios das ferramentas de recrutamento e seleção.