Código de conduta não é somente um conjunto de diretrizes para funcionários, mas também uma declaração externa de compromissos corporativos

O Código de Conduta é uma documento legal que agrupa regras, valores e expectativas que devem permear o comportamento e os relacionamentos dos membros de uma organização. Esses princípios são fundamentais para que o negócio tenha uma operação bem-sucedida.

Também considerado o “manual do funcionário”, é o primeiro passo para que a cultura organizacional seja disseminada para todo o capital humano e demais partes interessadas.

É importante que esse agrupamento de normas seja claro e abrangente, cobrindo todas as áreas relativas ao negócio.

Por que ter um código de ética na empresa?

Um código de conduta não é somente um conjunto de diretrizes internas para funcionários seguirem, mas também é uma declaração externa de valores e compromissos corporativos.

Ele deve:

  • Definir a cultura da empresa;
  • Definir padrões para funcionários seguirem no que diz respeito a comportamento;
  • Deixar que clientes e parceiros conheçam seus valores e, a partir daí, decidir se desejam trabalhar com você, cultivando a transparência para um relacionamento comercial saudável.

 

Um código de conduta bem escrito esclarece valores e princípios de uma organização, vinculando-os à conduta profissional. Como resultado, define os padrões que a empresa deve seguir.

Previne e reduz conflitos

O documento pode apoiar colaboradores na tomada de decisões, fornecendo-lhes parâmetros para seguir no que diz respeito ao comportamento da empresa, assim como permitindo que saibam o que fazer perante dilemas éticos no ambiente de trabalho. Ou seja, esse manual reduz as chances de problemas e, caso o pior ocorra, facilita a maneira de lidar com eles.

Viabiliza denúncias

Além de definir regras, o código de conduta auxilia os colaboradores que precisarem relatar alguma violação da política da empresa e explica as consequências de agir contra as normas veiculadas.

A partir disso, funcionários têm maior entendimento das regras do negócio, que acaba tendo seus valores enaltecidos.

Desestimula o assédio

Bullying, assédio moral, sexual, racismo, xenofobia e até brigas são tratadas no código de conduta. Por meio dele, deve ser deixada clara a posição da empresa perante tais desvios de comportamento, de modo a proteger as pessoas de situações desagradáveis.

Confidencialidade

As normas também abordam a confidencialidade de informações,  essencial para proteger dados estratégicos da empresa.

Compliance

O documento recomenda como deve ser o comportamento de funcionários como representantes da empresa, especialmente no que tange conflitos de interesses, que é um dos assuntos mais importantes de compliance.

Colabora com o employer branding

A marca empregadora também é beneficiada pelo código empresarial, pois sua criação mostra que a organização se preocupa com ética e bem-estar dos funcionários.

Proteção legal

Por fim, a importância do código de conduta se dá pela proteção legal que representa perante má conduta ética, pois comprova o esforço que a companhia teve em prevenir comportamentos ilegais.

Como desenvolver um código de conduta na empresa?

O principal objetivo do código de conduta é definir e manter um padrão de comportamento aceitável para todos integrantes de uma empresa. É um lembrete aos funcionários do que se espera deles. Destaca, ainda, que suas ações devem estar sempre alinhadas à ética do negócio. Além disso, deve sempre abordar as consequências em caso de violação da conduta.

O manual não deve, em hipótese alguma, ser ambíguo, porque sempre que as linhas são borradas, as regras podem ser quebradas.

O código de conduta da empresa difere entre setores, embora sempre deva atender aos seguintes critérios:

Linguagem de fácil entendimento: o documento deve escrito de maneira clara e não incluir jargões técnicos ou jurídicos.

Compreensão: deve abranger todos os detalhes que impactam a vida diária dos funcionários e responder a perguntas comuns.

Validação pela liderança: o código de conduta ética precisa ser reconhecido e aprovado pelos líderes da companhia. Isso geralmente é ressaltado por meio de um prefácio escrito por um CEO ou presidente.

Acessível: o manual deve estar sempre à disposição dos funcionários, assim como atuais e potenciais investidores.

Padrão visual: o material deve seguir a identidade visual da empresa.

O que incluir?

Em geral, todas as esferas referentes a relacionamentos e comportamentos profissionais esperados de funcionários, freelancers, parceiros, investidores, entre outros.

O código de conduta da empresa precisa ser escrito tendo em mente a integridade e os padrões éticos assumidos, como transparência, honestidade, entre outros.

As atitudes esperadas tem de estar alinhadas à natureza do negócio e às profissões dos funcionários, por isso o tom do documento pode variar de acordo com o setor do mercado.

Esse documento também deve explicar quais dados são tratados pela companhia, sempre tendo em vista a LGPD no RH, assim como outras informações de interesse do público.

Seções

O conteúdo do documento é diferente de empresa para empresa, mas é possível conferir as principais seções abordadas abaixo:

  • Valores fundamentais e visão da empresa
  • Proibição de atividades ilegais: fumar, beber, linguagem chula, entre outros
  • Uso da Internet: segurança, e-mail corporativo e mídia social
  • Discriminação, bullying e assédio
  • Procedimentos de confidencialidade
  • Dress code
  • Envolvimento da comunidade
  • Políticas de presentes e entretenimento
  • Políticas de intervalo para refeição e descanso
  • Relacionamentos no local de trabalho
  • Violação do código de conduta
  • Programa de conformidade

 

Como divugar?

O manual deve ser publicado e divulgado aos funcionários e a outras partes interessadas. Isso pode ser feito por meio do site da organização, assim como por e-mail. Caso a modelo de trabalho seja presencial, vale imprimir cópias e deixá-las em locais estratégicos da empresa.

Códigos de conduta famosos

Veja alguns ótimos exemplos de códigos de conduta de funcionários:

Coca-Cola

O código de conduta da Coca-Cola se destaca pelo design e clareza. O documento aborda regras sobre como usar os ativos da empresa, como lidar com informações, conflito de interesses e relacionamento com parceiros externos. Ele também fornece ao leitor exemplos marcantes de situações.

Google

O Google é um ótimo exemplo, pois destaca os valores da empresa, tem uma estrutura clara e é fácil de entender. Ele descreve as regras do negócio, assim como as expectativas e deveres de cada uma das partes relacionadas.

Facebook

Da mesma forma, um exemplo a ser seguido é a versão mais recente do código de conduta do Facebook. Bem estruturado e direto, ele adota um tom mais sério que os documentos anteriores e considera as principais atividades e comportamentos que são esperados de seus colaboradores.

Nestlé

O código de conduta empresarial da Nestlé também se destaca por ser completo e abrangente, apresentando, inclusive, informações sobre a indicação de parentes para cargos na companhia e repreensão quanto a suborno e corrupção.

Quer saber mais sobre ética na empresa? Então entenda o que é accountability.