Conheça estratégias assertivas para compor um banco de talentos na sua organização

A sua empresa conta com um banco de talentos grande e confiável? Se a resposta for negativa, prepare-se!

Em um mercado de recrutamento cada vez mais acirrado na busca por colaboradores qualificados, o seu negócio demanda estratégias de Recrutamento e Seleção inteligentes e criativas para ter sucesso, portanto a construção de um bom grupo de profissionais é vital para dar suporte ao presente e ao futuro da organização.

Imagine como seria mais simples se a cada vez que surgisse uma vaga na companhia, bastasse checar o banco e escolher um profissional adequado. Seria ótimo, certo? Veja todas as vantagens trazidas com a medida e como promovê-la efetivamente em sua organização.

Afinal, o que é banco de talentos?

Quem é da área e Recursos Humanos com certeza já passou ou passará pela seguinte situação: um bom funcionário se aposentou e será necessário escolher um candidato para ocupar sua função. Nessa situação, o ideal é apostar no banco de talentos, que nada mais é que um agrupamento de candidatos com perfis e habilidades alinhadas aos objetivos da empresa.

Os profissionais podem ser separados de acordo com áreas especificas, habilidades ou graus de escolaridade direcionados aos propósitos da empresa.

Acomoda talentos internos e externos

O banco de talentos é composto por profissionais externos que se destacaram em entrevistas na empresa, mas não foram contratados por diversas razões, como recusa, salário ou momento.

Além disso, ele pode incluir os próprios funcionários da organização, por meio do recrutamento interno, em especial aqueles que cujo perfil já é reconhecido e admirado pelos colegas de trabalho e gestores.

Benefícios de ter um banco de talentos

Não há nenhum ponto negativo em compor um banco de talentos para sua empresa, pelo contrário, visto que essa ferramenta facilita muito os processos de recrutamento e seleção. Fique atento aos avanços que ele pode acarretar à empresa:

Economia de custos

Com o banco de talentos, a empresa poupa recursos financeiros com os processos de recrutamento. Ao invés de iniciar do zero e investir dinheiro para anunciar a vaga, você pode optar por um candidato capacitado do banco.

Reduzindo os custos de seleção, assim, haverá orçamento maior para investir em outras áreas da companhia, como as mais estratégicas, ao invés das mais táticas.

Otimização de tempo

O recrutamento proativo proporcionado pelo banco de talentos ajuda a selecionar os melhores candidatos em um período de tempo mais curto. Isso porque os processos de seleção já foram realizados anteriormente com talentos pré-qualificados para vagas na empresa.

Dessa maneira, o departamento de recursos humanos também tem mais tempo para se dedicar a outras tarefas importantes e estratégicas.

Aprimoramento do departamento de RH

Ter uma lista de pessoas com talentos variados ajudará o gestor de RH a entender a disponibilidade dos colaboradores e a realidade do mercado de trabalho, como a média salarial de acordo com o perfil das vagas.

A medida deve impulsionar ainda um bom relacionamento com os profissionais e, não à toa, essa boa experiência tende a produzir um engajamento prévio importante para fortalecer a marca empregadora.

Como montar um banco de talentos?

O banco de talentos é formado por profissionais que se candidataram a vagas na empresa, mas também por aqueles procurados por gestores em sites corporativos ou indicados por colaboradores. Em outras palavras, candidatos de diferentes estágios do funil de recrutamento podem fazer parte do pool.

Funcionários indicados são conhecidos por serem os empregados mais longevos nas empresas. Assim como os medalhistas de prata, que não preencheram a vaga almejada em um primeiro momento, mas que contam com qualificações para ocupar outra posição no futuro.

Atrair candidatos com estratégias de marketing de recrutamento também é uma ótima pedida. Produza conteúdo interessante e chamativos sobre sua empresa, por exemplo, por meio de um blog sobre carreira no site da empresa ou um canal no Youtube. Permitir que os leitores assinem uma newsletter ou recebam alertas de novos conteúdos é uma boa oportunidade para formar um banco orgânico.

Não negligencie os talentos que já estão na sua empresa. Eles se adaptam perfeitamente ao fit cultural e têm potencial para preencher vagas com eficácia e rapidez. Dessa maneira, a marca empregadora também fica mais valorizada já que reconhece os talentos e permite a ascensão profissional de seus colaboradores por meio do recrutamento interno.

Vale destacar aqui que uma plataforma de recrutamento e seleção pode ser muito útil nessa tarefa, com softwares de busca e organização de talentos por skills.

Mantenha contato

Para ter um banco de talentos realmente efetivo, é preciso manter contato regular com os profissionais. Lembre-se sempre de mostrar como sua empresa é interessante, valorizando seus colaboradores e a sociedade. As dicas abaixo podem facilitar seu relacionamento:

  • Ofereça vagas de emprego de acordo com o perfil do profissional
  • Mande mensagens de feliz aniversário
  • Convites para eventos da empresa são sempre bem-vindos
  • Sempre dê feedback em seus processos de recrutamento
  • Newsletters ou mensagens com as novidades da companhia são úteis

Atualização constante

O segredo do banco de talentos é a constante atualização, afinal, a todo momento podem surgir profissionais que acumulam elogios do gestor, se destacam em entrevistas, assim como aqueles que, com o passar do tempo, demonstraram não atender mais às expectativas da empresa.

Portanto, estabeleça uma frequência de atualização, sempre mantendo um backup por segurança. Algumas plataformas de recrutamento já permitem tais atualizações de maneira prática e até mesmo automática.

Gostou do texto sobre banco de talentos? Então, aproveite para saber as vantagens e como contratar profissionais no início da carreira.