Detalhes fazem toda a diferença na hora de construir anúncios de vaga que conquistam a atenção dos candidatos

Criar um anúncio de vaga que traga bons resultados pode não ser tão simples quanto parece.

Anunciar vagas é um dos pontos da atividade de recrutamento e seleção que exerce maior influência na eficiência dos processos seletivos. Muitas empresas seguiram as estruturas e recomendações básicas durante o desenvolvimento dessa atividade, mas com o tempo foram descobrindo e criando práticas que hoje colocaram a importância e a performance em outro patamar dentro do Recrutamento.

O trabalho precisa ser muito bem pensado porque, em muitos casos, será o responsável pela primeira impressão que um potencial candidato terá.

Seja qual for a sua empresa e a vaga que você precisa preencher, o primeiro passo para criar um anúncio eficiente é entender que ele não pode ser apenas a descrição de uma atividade.

Para trazer resultados, um anúncio de vaga deve ser uma mensagem cuidadosamente elaborada para atrair os melhores candidatos. Quer saber como pensar como um publicitário e fazer isso da melhor forma? Continue lendo.

Anunciar vagas ganhou um novo significado

Simplesmente informar a existência de uma posição pode não ser suficiente para atrair a atenção dos candidatos mais qualificados (para a empresa e função). É cada vez mais um processo de convencimento, quase uma venda.

Não à toa os profissionais de recrutamento e seleção de diversos países estão trazendo para o dia a dia de R&S cada vez mais referências, técnicas e até mesmo profissionais de Marketing e Comunicação. A forma como as vagas são divulgadas ganhou muita importância.

Seja qual for a sua empresa e a vaga que precisa preencher, o primeiro passo para criar um anúncio eficiente é entender que ele não pode ser apenas a descrição de um trabalho. Para trazer resultados, um anúncio de vaga deve ser uma mensagem cuidadosamente elaborada para uma boa aquisição de talentos.

Dicas para criar um anúncio de vaga poderoso

Defina o seu público-alvo

A primeira pergunta que você precisa fazer antes de começar a escrever seu anúncio de vaga é “quem é o profissional que eu preciso impactar?”. Um exemplo de target pode ser este: engenheiros, com 3 a 5 anos de experiência na área, que tenham disponibilidade para viajar e queiram trabalhar na Zona Sul de SP”.

Fale com o seu target

O segundo passo é adaptar a linguagem do anúncio à linguagem do profissional que você deseja atrair.

Você quer contratar advogados seniores? Escreva o anúncio na linguagem deles. Quer contratar um designer recém-formado e antenado nas principais tendências mundiais? Vale a mesma regra. A ideia, de forma geral, é usar uma linguagem direta, que aproxime o candidato da sua empresa.

Anúncio de vaga ou descrição?

São duas coisas bastante diferentes. A descrição de vaga é um documento interno criado para descrever uma vaga e suas atribuições.

O anúncio de emprego, por outro lado, é um tipo de publicidade criada para atrair o profissional certo para se candidatar à vaga que a empresa precisa preencher. Isso significa que ele não precisa ser extremamente detalhado, como um job description, e deve ser compreensível para qualquer pessoa, principalmente aquelas que não estão familiarizadas com a linguagem utilizada pela área de Recursos Humanos da empresa em questão.

Esse, aliás, é um ponto extremamente relevante. Profissionais de determinadas áreas costumam desenvolver um estilo próprio de linguagem que nem sempre é compreensível por outras áreas, mesmo dentro da própria empresa. No anúncio de vaga, tenha a certeza de que você não exagerou nos jargões de RH.

Divida o texto

Imagine como seria ler este texto – este mesmo que você está lendo agora – sem subtítulos ou tópicos. A leitura seria caótica e pouco interessante? A lógica é a mesma para o seu anúncio de vaga.

Pense na estrutura que ele terá e divida o conteúdo. Por exemplo: cargo, sobre a empresa,desafios da posição, atividades, requisitos mínimos e diferenciais,benefícios oferecidos e processo da seleção.

Crie um título que possa ser encontrado facilmente

Para fazer um bom título, a recomendação é pensar como o candidato faria a busca por essa vaga. Por exemplo, se você procura alguém que queira trabalhar como executivo de relações públicas, então o título pode ser muito direto “Executivo de RP”.

Se você não sabe dizer ao certo como seu candidato ideal faria essa busca, outra dica é procurar em uma base de dados alguns currículos de pessoas que você gostaria de convidar para uma entrevista. Observe como essas pessoas preenchem o campo “objetivo profissional”. Use a informação como base para o seu título.

Lembre-se de que o propósito do anúncio de vaga é aparecer em resultados de pesquisa, por isso é indispensável entender os termos que os candidatos podem estar procurando. O título deve, sim,ser curto e direto, mas não precisa ser idêntico ao termo utilizado para definir a função no seu organograma.

Outras dicas para o título são:

  • Evite termos usados internamente, como “Analista de ERP Nível II”. Melhor deixar números e outros códigos de fora.
  • Sabe quando você vai dar um “Google” e a própria ferramenta de busca sugere um termo a ser buscado? Utilize essa previsão de texto para encontrar termos “genéricos” que definam a sua vaga.
  • Também para facilitar o resultado das buscas, evite termos abreviados para os títulos (cargos). Exemplo: GTE REL (Gerente de Relacionamento).

 

Descreva o trabalho de forma compreensível

Logo depois do título, você pode fazer uma pequena descrição do trabalho. A ideia é que isso ajude o candidato a avaliar rapidamente se é um papel apropriado para ele.

Você pode listar algumas das principais tarefas que o profissional selecionado deverá realizar. Uma ideia, aqui, é relacionar as tarefas com algum objetivo comercial da empresa. Dessa forma o candidato pode imaginar como a posição se enquadra no negócio.

Por exemplo,”desenvolver”um programa de e-mail marketing para aumentar os níveis de retenção de clientes”. Para esta parte do texto, valem também estas recomendações:

  • Trate o potencial candidato por “você”.
  • Utilize palavras-chave. Sim, novamente você precisa pensar como publicitário para imaginar quais termos seus candidatos ideais procurariam nas ferramentas de busca.
  • Aqui, pode ser interessante incluir alguns termos específicos da área, como ferramentas e certificações importantes para o cargo.

Especifique o local de trabalho

Incluir a localização da empresa – pelo menos a região da cidade – é bastante importante para que o candidato possa avaliar o tempo de deslocamento que teria. Se a empresa tem vários endereços, oferece opção de home office, entre outros, essas informações também podem fazer parte do anúncio.

Inclua a faixa salarial sempre que possível

Esse dado ajuda a atrair candidatos adequados ao cargo. Se não quiser citar números no anúncio de vaga, diga, pelo menos, se o salário está na média ou acima do mercado.

Diferencie “habilidades obrigatórias” de “habilidades desejáveis”

Na hora de definir as habilidades que você busca em um candidato, deixe bastante claro as que são obrigatórias para a função e as que são apenas desejáveis. Especifique, por exemplo, a formação necessária, a necessidade de alguma certificação ou tipo de experiência.

É muito importante que essa descrição no anúncio de vaga seja compreensível para quem não trabalha na empresa.

Lembra do que foi dito no item 3 sobre a linguagem interna dos departamentos da empresa? Para deixar o texto mais claro, você ainda pode manter os requisitos organizados por tópicos.

Destaque benefícios tradicionais e diferenciais

Quem busca emprego, claro, quer conhecer os benefícios que a empresa oferece.

Nesse quesito, vale a pena especificar tanto os benefícios mais tradicionais, como plano de saúde ou investimento em cursos, celular da empresa, entre outros, quanto pontos de destaque como a possibilidade de home office, job rotation, viagens ou até o oferecimento de lanche da tarde, com pães, sucos e frutas.

Venda “bem” a sua empresa

Em poucas palavras no anúncio de vaga, diga ao potencial candidato quem é a sua empresa e por que as pessoas gostam de trabalhar lá. Vale a pena até falar sobre os valores – se isso for importante internamente.

É nessa hora que você tem a chance de atrair candidatos alinhados à cultura e aos valores da empresa.

Se a marca não for conhecida, explique qual seu ramo de atividade, o que ela faz e, se possível, tente relacionar essas informações com a função que o profissional irá exercer. Por exemplo, se você está procurando um profissional de vendas, pode dizer “Fornecedora líder de têxteis com um programa de expansão agressivo para outros países “. Para um de TI, o texto poderia ser “Fornecedora líder de têxteis com um sistema de pedidos online recém-desenvolvido em.NET”.

Inclua um call to action

No final dos anúncios de vaga, é importante incluir uma chamada para ação – a chamada “call to action” dos publicitários – que seja clara e que motive o candidato a clicar em “candidatar-se”.

Teste o seu anúncio de vaga

Por fim, antes de publicar o seu anúncio, peça a algumas pessoas da própria empresa que leiam o texto e digam o que entendem. É a melhor forma de descobrir se o anúncio está claro e se transmite a mensagem que você quer realmente transmitir.

Modelos de anúncios de vaga

Elaboramos dois exemplos de anúncios da vagas para que você avalie as diferenças entre eles e escolha o mais atrativo:

Anúncio 1

Se você quer trabalhar em uma empresa reconhecida mundialmente, e é dinâmico, ágil, busca desenvolvimento profissional constante, um bom clima de trabalho e sonha em conhecer o mundo, venha fazer parte do nosso time! Aqui na (nome da empresa), temos um grande propósito – realizar e levar sonhos ao seu destino – e um objetivo que nos move diariamente.

Estamos em busca de um Analista de Projetos e Indicadores.

Terá como principais responsabilidades:
Dar suporte ao planejamento e implantação de projetos na área de atendimento ao cliente. Atuar em projetos que combinem processos e tecnologia, com vista a trazer a melhor experiência ao cliente. Acompanhar o desenvolvimento das iniciativas e indicadores-chave do levantamento de requisitos à entrega final.

É um desafio para aqueles que possuem Ensino Superior Completo; Idiomas: Inglês ou Espanhol Intermediário; Conhecimentos avançados com Pacote Office (Excel e PowerPoint).

Anúncio 2

Assistente contábil – Empresa Confidencial

Requisitos
• Sem experiência
• Ensino médio

Atividades Profissionais
Realizar pesquisa de mercado para cotações de preços, analisa e emite pedidos, atende fornecedores e acompanha entrada de notas fiscais no almoxarifado.

Veredito

A análise não precisa ser muito detalhada para saber que o Anúncio 1 se adequa às práticas de marketing de recrutamento, enquanto o Anúncio 2 é burocrático e pouco se interessa em atrair os melhores candidatos para a vaga.

No primeiro exemplo, sabemos qual é o clima da empresa, as inspirações organizacionais, a função detalhada e os critérios de seleção da vaga. Já no segundo, não temos pista alguma de qual organização está por trás do anúncio, tampouco sabemos os parâmetros de seleção da vaga, cuja descrição também está bem genérica.

Quer saber mais sobre recrutamento e seleção? Então veja o que é e como calcular turnover.