A chave do sucesso está na comunicação entre líderes e liderados

A confiança dos funcionários no propósito e na missão da empresa é o primeiro passo para uma gestão de pessoas com bons indicadores. Seja no modelo home office, praticado nesse isolamento social, ou no modelo presencial, é preciso haver essa credibilidade mútua entre empregado e empregador para a fluidez do trabalho.

Uma equipe que se sente confiante fica mais envolvida com o trabalho e, por consequência, mais produtiva. Os funcionários com alto nível de segurança na forma como atuam podem ainda alcançar novos objetivos e desenvolver ideias disruptivas.

Mas como moldar um time de alta performance que tem altos índices de confiança?

Neste artigo, vamos trazer algumas dicas de como construir a confiança dos funcionários com a ajuda dos líderes da sua organização.

Líderes comprometidos

Quem já não ouviu a máxima de que muitos profissionais se demitem do chefe e não da função ou da empresa? Para ser mais preciso, oito em cada dez profissionais pedem demissão por causa do chefe. É o que aponta um levantamento com candidatos a vagas de emprego de uma consultoria de recrutamento, destacado no portal de notícias G1.

O indicador mostra, portanto, que muitos líderes não estão preparados para o cargo que ocupam e acabam desestimulando sua equipe. Esse é o primeiro ponto que precisa ser analisado para obter a confiança dos funcionários. Sem uma liderança forte, não há como preparar bons guerreiros nem exigir lealdade deles.

Os líderes comprometidos com a construção de suas equipes são muito mais bem-sucedidos em obter o respeito que desejam. Um líder respeitado apoiado por uma equipe confiante é a chave para grandes resultados.

Criando confiança dos funcionários

Como os líderes desempenham um papel crítico no futuro de um funcionário, eles têm o maior impacto nos níveis de credibilidade. No entanto, porque é tão difícil essa confiança entre líderes, corporação e profissionais?

Em um artigo publicado pela Forbes , o consultor de carreira Mark Murphy indica que talvez isso seja um problema de percepção. Segundo ele, os líderes passam muito mais tempo se comunicando quando há um problema do que quando existe algo positivo a dizer. Esse contexto, de acordo com o consultor, distorce o processo de gerenciamento para o lado negativo, o que afeta, por consequência, o nível de confiança da equipe.

Então, como a liderança pode criar e manter a confiança entre os membros de sua equipe?

Desconstruir o ciclo da negatividade

Uma das dicas, portanto, é pedir para que a liderança de sua empresa, saia deste ciclo de negatividade. Instrua os líderes a serem transparentes e construir feedbacks positivos; eles precisam também prestar atenção ao que estão dizendo e o tom deles. Isso fica ainda mais ressaltando nessa época de incertezas que estamos vivendo com a atual pandemia.

Descubra os pontos fortes

É importante que os funcionários estejam preparados para o sucesso. Instrua os líderes a descobrir quais são os pontos fortes dos membros de sua equipe para que eles possam alinhar a responsabilidades com esses talentos e, assim, obter os melhores resultados.

Por exemplo, é possível que um gerente possa ter um membro da equipe que não gosta de detalhes técnicos, mas adora a interação com o cliente. Um bom líder reconhecerá quando uma pessoa é mais adequada para uma função diferente e realinhará a pessoa com um emprego mais adequado.

Ajude as pessoas a ganharem confiança

Um líder não pode presumir que as pessoas sabem que ele aprecia o trabalho delas; ele precisa dizer isso diretamente a elas. Ajude os membros da sua equipe a alcançar o sucesso, permitindo que eles recebam o crédito.

Se você tem um novo funcionário que está lutando em sua função, sente-se com ele e modele o comportamento desejável para ajudá-lo a obter uma vitória. Faça isso plantando sementes de confiança e coragem ao longo do caminho. E lembre-se, os líderes podem aumentar ou diminuir a confiança dos membros da equipe em um único momento.

Abrace a inovação

Seus funcionários têm ideias inovadoras? Incentive-os, portanto, a compartilhá-las e, caso a organização compre a ideia, premie a fonte da inovação. Esse reconhecimento trará a segurança necessário para que o profissional continue contribuindo para a empresa.

Encontre talentos escondidos

A maioria dos funcionários possui habilidades ou talentos que seu trabalho não exige, mas ainda pode ser valioso para a equipe. Descubra o que os funcionários são apaixonados por fazer e como eles podem usar essas habilidades no trabalho.

Por exemplo, se você tem um membro da equipe de serviço apaixonado por escrever, permita que eles se envolvam no boletim da empresa. Este é um cenário em que todos saem ganhando, colaboradores, liderança e a organização.

Lembre-se a moral elevado de profissionais não apenas aumenta a produtividade e a qualidade do trabalho, como também ajuda a reter talentos. As pessoas que são mais felizes e confiantes no trabalho têm maior probabilidade de permanecer por aqui e não perderão tantos dias de trabalho enquanto estiverem empregadas.

Gostou do conteúdo? Que tal então investir também na autonomia de seus colaboradores? Saiba como lendo um artigo exclusivo sobre o tema.